férias (indesejadas) das lentes

Descobri hoje que estou com uma lesão na córnea direita por causa da má oxigenação do local por conta da lente de contato.

Tô de licensa por uma semana no mínimo, tendo que usar um cicatrizante ocular 3x ao dia e um lubrificante da retina 4x ao dia. E claro, proibida de usar lentes de contato por no mínimo 2 semanas.


Tô arrasada.

As lentes de contato fazem parte do meu dia-a-dia há 10 anos. Fazem parte de quem eu sou. E são as responsáveis pela grande mudança da minha vida. Eu tenho hipermetropia, astigmatismo e estrabismo desde 1 ano de idade. Sempre usei óculos, mas para minha tristeza as lentes usadas nos óculos de quem tem hipermetropia são aquelas grossas, o famoso "fundo de garrafa". Eu sempre fui uma criança mais cheinha, e com óculos fundo de garrafa ficava aquela combinação infeliz. Por mais que tivesse um rosto bonito, ou que emagrecesse, o óculos acabava com o meu visual. No Natal de 1999, com 13 anos, fiz um pedido de presente inusitado a minha família: queria usar lentes de contato. O povo estranho, mas atendeu ao pedido.

Todo mundo apostava que eu não iria me adaptar ou que acabaria estragando ou perdendo a lente por ser muito desorganizada. Acabou que eu me adaptei muito bem e nunca perdi, nem rasguei, nem funguei uma lente de contato minha. A lente não corrige o astigmatismo, e pra resolver esse problema eu fiz um óculos quadradinho cor de cereja, lindo, pra usar só quando preciso.

Do dia em que eu comecei a usar a lente pra cá minha vida mudou da água pro vinho.

Meu rosto, que antes estava escondido no óculos apareceu, e com isso a vaidade idem. Os meninos começaram a se interessar, a puberdade a aflorar e aí a combinação foi perfeita. Chamava a atenção dos meninos, ficava com alguns, e por aí vai. Coisas de adolescente. Terminei o ensino médio, entrei na faculdade, fiquei solteira e aí, maior de idade, aproveitei mais ainda o fato de não ser feia ou de não ter o rosto escondido por um óculos.

Vocês podem ler e me achar fútil. Mas eu não sou. Vinícius de Morais disse uma vez "as muito feias que me perdoem, mas a beleza é essencial". E é a pura verdade. Você até pode se apaixonar por um cara feio, mas ele terá que compensar nas outras áreas. E não venha me dizer que foi amor a primeira vista porque não foi. Você pode até ter reparado no cara, mas dúvido que tenha sido positivamente.

Ser bonito já é uma parte do caminho. As pessoas vão reparar em você pela sua aparência, pelo modo como você se veste, sorri e fala. E aí depois desse primeiro contato elas vão reparar no resto: se você é legal, se gostam das mesmas coisas, etc.

Existem pessoas que usam óculos de grau e que ficam bem com eles. Eu não sou uma dessas pessoas. E nunca fui.

Eu me acho HORROROSA de óculos. A primeira coisa que eu fiz quando pude movimentar minhas mãos na época do acidente foi colocar as lentes de novo. A Kassia sem óculos não sou eu. É outra pessoa. É aquela menina de antes dos meus 13 anos, sem auto-estima, que não paquerava, não tinha vaidade, não chamava a atenção positivamente. E essa não sou eu.


Eu sou cheia de vida, divertida, com um sorriso imenso que chama atenção por onde passa, com olhos castanhos que vira e mexe ficam cor de mel, cabelos lisos que são completamente de lua... e definitivamente sem óculos fundo de garrafa.

Me imaginar agora por no mínimo 15 dias sem lentes e com óculos me dá vontade de chorar. Mas meu médico foi bem claro quanto a isso: se eu usar lentes de contato poderei ficar cega. Precisaria de um transplante de córnea. Não quero isso de jeito nenhum. Então por mais que seja ruim e desesperador ficar sem lentes por 15 dias, ficar cega é pra sempre e é MUITO pior. Então o jeito é aguentar e tentar fazer esses dias passarem mais rápido.

ps.: pra quem acompanha a saga da terapia: estou sem dor.

3 comentários:

Loira e Morena disse...

To passando rapidinho só para matar as saudades, mas prometo voltar aqui com mais tempo para ler todos os posts que perdi!

Beijaooo da Morena!

vida cotidiana disse...

Linda, não sofra tanto, eu uso óculos desde os meus 4 anos de idade, já usei lentes gelatinosas, quando só tinha miopia, depois lentes duras por causa do astgmatismo. Tive alergia das lentes por excesso de uso por muitos anos, hoje uso óculos por recomendação médica, infelizmente tive que me acostumar. Tenho certeza que você não fica feia de óculos e 2 semanas passam rápido, bjs.

Patricia disse...

Ka não se entristeça 15 dias passam voando!! :)

"E é a pura verdade. Você até pode se apaixonar por um cara feio, mas ele terá que compensar nas outras áreas. E não venha me dizer que foi amor a primeira vista porque não foi. Você pode até ter reparado no cara, mas dúvido que tenha sido positivamente."

toca aqui amiga!
huauhauhauha

beijo*